Posts com Tag ‘ABNT’

Caro(a) Colega,

confira a programação de cursos da ABNT para o mês de abril.

Abraço,

.

Henrique

consulte sempre um engenheiro eletrônico

================================================================

.

Cursos da ABNT para abril de 2016:

———————————————————————————————————————

Informações:                                                                                                                             

Tel.: (11) 2344-1721/2344-1722       Datas sujeitas a alterações

Email: cursos2@abnt.org.br

www.abnt.org.br

ABNT – CURSOS – TURMAS DE ABRIL DE 2016

(clique no título para mais informações)

Associados da ABNT – 20% de desconto

Associados do CONFEA/CREA/MUTUA 15% de desconto – Inscrevam-se aqui

Associados do CAU 15% de desconto – Inscrevam-se aqui

Pequenos Negócios 2/3 de desconto (Convênio SEBRAE/ABNT) – Inscrevam-se aqui

Certificadas pela ABNT – 15%

DESTAQUES
Capacitação de gestores do sistema de gestão da qualidade para a ABNT NBR ISO 9001:2015 (turma confirmada) 08/04/2016

São Paulo

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis – ABNT NBR 17505:2013  (turma confirmada) 11/04/2016 – 13/04/2016

São Paulo

Proteção contra descargas atmosféricas segundo a ABNT NBR 5419:2015 (turma confirmada) 12/04/2016 – 14/04/2016

São Paulo

Instalações elétricas de média tensão II – ABNT NBR 14039:2005; ABNT NBR 15751:2009 – De 1 kV até 36,2 kV Proteção, coordenação, seletividade e aterramento 12/04/2016 – 15/04/2016

São Paulo

Medições elétricas em sistemas de aterramento e em sistemas de proteção contra descargas atmosféricas-SPDA 15/04/2016

São Paulo

Gases Efeito Estufa – Princípios e requisitos para a quantificação e elaboração de relatórios de emissões e remoções de gases de efeito estufa (GEE) – ABNT NBR ISO 14064:2007 18/04/2016 – 19/04/2016

São Paulo

Ficha de informações de segurança de produtos químicos (FISPQ) – ABNT NBR 14725-4:2014 18/04/2016 – 19/04/2016

São Paulo

SÃO PAULO
Responsabilidade social – ABNT NBR 16001:2012 e ABNT NBR ISO 26000:2010   12/04/2016 – 13/04/2016
Satisfação do cliente – Diretrizes para o tratamento de reclamações nas organizações – ABNT NBR ISO 10002:2005 13/04/2016
Serviços de alimentação – Requisitos de boas práticas higiênico-sanitárias e controles operacionais essenciais – ABNT NBR 15635:2015 14/04/2016 – 15/04/2016
Trabalhos acadêmicos 14/04/2016 – 15/04/2016
Gestão de riscos de segurança da informação – ABNT NBR ISO/IEC 27005:2011 14/04/2016 – 15/04/2016
Sistema integrado de gestão (Qualidade, Meio ambiente e Saúde e segurança ocupacional) 18/04/2016 – 19/04/2016
Introdução ao Desenho Universal, Legislação e Normas Técnicas de Acessibilidade 18/04/2016 – 19/04/2016
Relés de Proteção: determinação de parâmetros de ajuste 18/04/2016 – 19/04/2016
Aplicação de gerenciamento de risco a produtos para a saúde – ABNT NBR ISO 14971:2009 25/04/2016 – 26/04/2016
Auditor interno de sistema integrado de gestão 25/04/2016 – 26/04/2016
Gerenciamento de áreas contaminadas 25/04/2016 – 26/04/2016
Instalações elétricas de baixa tensão I – ABNT NBR 5410:2004 – Proteção e segurança 26/04/2016 – 29/04/2016
Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos – ABNT NBR ISO 9001:2015 27/04/2016 – 28/04/2016
Gestão de ativos – Sistemas de gestão – Requisitos ABNT NBR ISO 55001:2014 27/04/2016 – 29/04/2016
Sistemas da gestão ambiental – Requisitos com orientações para uso – ABNT NBR ISO 14001:2015 28/04/2016 – 29/04/2016
Sistemas de gestão para sustentabilidade de eventos – Requisitos com orientações de uso – ABNT NBR ISO 20121:2012 29/04/2016
RIO DE JANEIRO
Cálculo de incerteza de medição 14/04/2016 – 15/04/2016
Sistemas da gestão ambiental – Requisitos com orientações para uso – ABNT NBR ISO 14001:2015 18/04/2016 – 19/04/2016
Gestão de Riscos e Crises Ambientais 18/04/2016 – 19/04/2016
Sistemas de aterramento, projeto, construção, medições e manutenção 25/04/2016 – 27/04/2016
Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos – ABNT NBR ISO 9001:2015 25/04/2016 – 26/04/2016
Gestão de riscos – Princípios e diretrizes – ABNT NBR ISO 31000:2009 02/05/2016 – 03/05/2016
Formação de Auditor Líder em Sistema de gestão da qualidade – ABNT NBR ISO 9001:2015 02/05/2016 – 06/05/2016
Capacitação de gestores do sistema de gestão da qualidade para a ABNT NBR ISO 9001:2015 05/05/2016
BELO HORIZONTE
Cálculo de Curto Circuito, Coordenação e Seletividade em MT – ABNT NBR 14039:2005 e BT – ABNT NBR 5410:2004 25/04/2016 – 27/04/2016
Relés de Proteção: determinação de parâmetros de ajuste 28/04/2016 – 29/04/2016
Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos – ABNT NBR ISO 9001:2015 02/05/2016 – 03/05/2016
Requisitos gerais para competência de laboratórios de ensaio e calibração – ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 05/05/2016 – 06/05/2016
PORTO ALEGRE
Análise de investimentos imobiliários: Viabilidade econômica de empreendimentos imobiliários conforme a ABNT NBR 14653-4 12/04/2016
A nova ABNT NBR ISO 9001:2015 – Interpretação e aplicação 02/05/2016 – 04/05/2016
Trabalhos acadêmicos 09/05/2016 – 10/05/2016
Cursos “In Company”

Nossos cursos em sua empresa!

Solicite uma proposta – cursos5@abnt.org.br

Informações: (11) 2344-1721 / 2344-1722 – cursos@abnt.org.br

http://www.abnt.org.br/catalogo

Descadastre-se caso não queira receber mais e-mails.

Caro(a) Colega,

confira os cursos para esse mês da National Instruments e da ABNT. A programação completa desses e de outros, você encontra na seção de Cursos e Webinários do blog.

Abraço,

Henrique

consulte sempre um engenheiro eletrônico

==============================

National Instruments:

Julho/2013

Curso Data Local
Real Time 1 & FPGA 01 a 05 São Paulo
LabVIEW Core 1 & 2 01 a 05 São Paulo
LabVIEW Core 1 & 2 01 a 05 Porto Alegre
Gerenciando Engenharia de Software no LabVIEW 10 e 11 São Paulo
LabVIEW Core 1 & 2 08 a 12 Regional
Visão de Máquina & Processamento de Imagem – IMAQ 10 e 11 São Paulo
Multisim Básico & Ultiboard Básico 10 a 12 São Paulo
DIAdem Básico & Avançado 15 a 19 São Paulo
LabVIEW Core 3 & DAQ 15 a 19 São Paulo
LabVIEW Core 1 & 2 15 a 19 São Paulo
Treinamento Passaporte do Educador 15 a 19 São Paulo
LabVIEW Avançado: Desenvolvimento de Grandes Aplicações 17 a 19 São Paulo
LabVIEW Performance 22 e 23 São Paulo
Treinamento Passaporte do Educador 22 a 26 São Paulo
Foundation Fieldbus 23 a 25 Rio de Janeiro
Projeto e Programação Orientados à Objeto no LabVIEW 24 e 25 São Paulo
LabVIEW Core 1 & 2 22 a 26 Regional

————————————————-

CURSOS ABNT:

ABNT – CALENDÁRIO DE CURSOS  DE JULHO DE 2013

(clique no título para mais informações e inscrições)

ALIMENTOS

Regulamento técnico de boas práticas para serviços de alimentação – RDC 216:2004

São Paulo – 15 e 16

Estabelecimentos produtores / industrializadores de alimentos – RDC 275:2002

São Paulo – 17 e 18

ELETRICIDADE

Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas – ABNT NBR 5419:2005

Rio de Janeiro – 9 e 10

Instalações elétricas de baixa tensão II – ABNT NBR 5410:2004 – Instalações de potência

São Paulo – 23 a 26

Curto circuito, coordenação e seletividade em MT – ABNT NBR 14039:2005 e BT – ABNT NBR 5410:2004 

São Paulo – 30 e 31 e 1º e 2/08

GESTÃO DE PROJETOS

Orientações sobre gerenciamento de projetos – ABNT NBR ISO 21500:2012

São Paulo – 15 e 16

GESTÃO DE RISCOS

 

Gestão de riscos – Princípios e diretrizes – ABNT NBR ISO 31000:2009

São Paulo – 11 e 12

INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO

Trabalhos acadêmicos

São Paulo – 15 e 16

Padronização de livros e periódicos

São Paulo – 11 e 12

MEIO AMBIENTE

Sistemas da gestão ambiental – Requisitos com orientações para uso – ABNT NBR ISO 14001:2004

São Paulo – 29 e 30

Auditoria interna ambiental – (ABNT NBR ISO 14001:2004) – Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão – ABNT NBR ISO 19011:2012

Salvador – 25 e 26

São Paulo – 31/07 e 1º/08

Passivo ambiental em solo e água subterrânea: Investigação confirmatória – ABNT NBR 15515-2:2011

São Paulo – 17 e 18

 Gases Efeito Estufa -Requisitos para validação e verificação de gases de efeito estufa para uso em acreditação e outras formas de reconhecimento – ABNT NBR 14065:2012

São Paulo – 22 e 23

Água de chuva – Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis – ABNT NBR 15527:2007 – Requisitos

São Paulo – 29

Gestão dos aspectos e impactos ambientais – conforme a ABNT NBR ISO 14001:2004

São Paulo – 22 e 23

Sistemas de gestão ambiental – Diretrizes para a implementação em fases de um sistema de gestão ambiental, incluindo o uso de avaliação de desempenho ambiental – ABNT NBR ISO 14005:2012

São Paulo – 19

NORMALIZAÇÃO

Regras para elaboração e organização do conteúdo de normas técnicas (Diretiva 2)

São Paulo – 26

QUALIDADE

Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos – ABNT NBR ISO 9001:2008

Rio de Janeiro – 18 e 19

Belo Horizonte – 16 e 17

Auditoria interna da qualidade – ( ABNT NBR ISO 9001:2008) – Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão – ABNT NBR ISO 19011:2012

Belo Horizonte – 23 e 24

Diretrizes para a documentação de sistema de gestão da qualidade – ABNT ISO/TR 10013:2002

Rio de janeiro – 17

Indicadores gerenciais e da qualidade

Salvador – 19

Requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração – ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005

Rio de Janeiro – 8 e 9

BPL – Boas Práticas de Laboratórios

São Paulo – 18 e 19

Laboratórios de análises clínicas – Requisitos especiais de qualidade e competência – ABNT NBR NM ISO 15189:2008

São Paulo – 25 e 26

Sistemas de Gestão da medição – Requisitos para os processos de medição e equipamentos de medição – ABNT NBR ISO 10012:2004

Rio de Janeiro – 18 e 19

Capacitação de RD (Representante da Direção) para Sistemas de gestão da qualidade

São Paulo – 5

Salvador – 30

Cálculo de incerteza de medição

Rio de Janeiro – 16 e 17

São Paulo – 22 e 23

Satisfação do cliente – Diretrizes para o tratamento de reclamações nas organizações – ABNT NBR ISO 10002:2005

São Paulo – 24

Diretrizes para treinamento – ABNT NBR ISO 10015:2001

São Paulo – 10

Ferramentas da Qualidade

Rio de Janeiro – 15 e 16

Tratamento de ocorrências para SGQ – ABNT NBR ISO 9001

São Paulo – 11

Guia sobre técnicas estatísticas para a ABNT NBR ISO 9001 – ABNT ISO/TR 10017:2005

São Paulo – 12

SAÚDE

Aplicação de gerenciamento de risco a produtos para a saúde – ABNT NBR ISO 14971:2009

São Paulo – 25 e 26

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Governança corporativa de tecnologia da informação – ABNT NBR ISO/IEC 38500:2009

São Paulo – 16 e 17

TÊXTIL

Atualização sobre Simbologia de Cuidados Têxteis ABNT NBR NM ISO 3758:2013

São Paulo – 10

 

Caro(a) Colega,

tem muita coisa legal essa semana. Confira:

Abraço,

Henrique

consulte sempre um engenheiro eletrônico

——————————————————–

02/04/2013 – Alphatech

Alphatech
Entre um dia e outro da FIEE, a Alphatech convida sua equipe para uma manhã de apresentação das Tecnologias que vão aumentar a Vantagem Competitiva da próxima geração dos produtos de sua empresa.

——————————

02/04/2013 – Driving and Protecting IGBTs in Inverters

At the heart of an inverter is the IGBT, a costly power device which must switch extremely fast and is required to withstand the high DC bus voltage. The efficiency and reliability provided by these power devices are of utmost importance to maximize the performance of the inverter.

Optocouplers are commonly used in inverters to provide safe galvanic isolation between the control circuits and to help protect against damage caused by high voltages in the DC bus. In particular, gate drive optocouplers are widely used to drive IGBTs since they can provide high output current for precise switching and fault detection features for IGBT protection.

The ACPL-339J is the industry’s first dual-output gate drive optocoupler, uniquely designed to support a MOSFET buffer to maximizes gate drive design scalability and power conversion efficiency. It also offers a compact and cost-effective solution for protecting the IGBT with integrated features like UVLO, short circuit detection and “soft” IGBT turn-off.

Attendees will learn:

  • How to drive IGBT for better power conversion efficiency
  • How to protect IGBT to improve system overall reliability
  • The advantages ACPL-339J and achieving system design scalability, efficiency and reliability

Avago Technologies

——————————

02/04/2013 – Logic Libraries for High-Performance, Processor-Based, Energy-Efficient SoCs

Mobile communications, network servers, multimedia, and consumer SoCs must achieve the highest processor performance while consuming the minimal amount of energy. Logic libraries with a wide variety of high-performance flip-flops, clock tree cells and combinational cells provide an efficient method for optimizing CPU and GPU performance. Synopsys’ multi-VT/multi-channel logic libraries and datapath libraries take advantage of high-performance, processor-optimized EDA tool flows, and enable SoC designers to achieve gigahertz performance within the constraints of aggressive power budgets.

In this webinar you will learn:

  • Ways to maximize system performance while managing power budgets of CPU, GPU, and other SoC blocks, each with different performance/power/area targets
  • How combining innovative power management techniques using multiple VTs/channel lengths in different SoC logic blocks delivers the optimal tradeoff in SoC watts per gigahertz

Synopsys

——————————————–

Caro Colega,

abaixo os destaques de treinamento dessa quinzena. Não deixe de conferir a agenda de cursos da ABNT.

Abraço!

Henrique

consulte sempre um engenheiro eletrônico

———————————————————————————————————–

DESTAQUES:

06/02/2013 – New FPGA-based Prototyping Solution: HAPS-70 Series — Best Practices for Reducing Time-to-Prototype and Increasing Performance

This webinar will be 60 minutes. It is intended for all designers who are either already prototyping their ASIC design or are considering prototyping their next ASIC design. Learn about best practices and new HAPS-70 system technology that will increase the productivity of FPGA-based prototypes for software development, hardware/software integration and system validation.

Synopsys

———————————————–

07/02/2013 – USB 2.0 Compliance Testing

The USB 2.0 standard is widely deployed in both computer and embedded systems. Compliance testing for this standard includes signal integrity as well as a number of low-level protocol tests. This session will provide an overview of the test requirements for USB 2.0 compliance and provide background on each test case. Details of fixtures and signal integrity requirements will be discussed in detail.

Rohde & Schwarz

———————————————–

07/02/2013 – Enabling Open Source Firmware Solutions for Intel® Architecture

Intel has created the Intel® Firmware Support Package (Intel® FSP) to further satisfy the versatile needs of the Intel® Intelligent Systems ecosystem, which creates products covering a wide range of system designs beyond PC architecture with the Intel® Atom™ and Intel® Core™ processors. With Intel FSP, customers can create and develop innovative products using any suitable firmware boot loader solutions in the market.

Intel

———————————————-

12/02/2013 – Success with Machine Vision Software

What You’ll Learn:

  • How software represents images
  • How the concepts of color space, frequency domain, and image compression are made operational
  • How image analysis works
  • How these principles are applied and uses of each software tool discussed

Vision Systems Design

———————————————-

12/02/2013 – Focusing on Traceability in Software Development for Safe Medical Devices

Traceability is key to the success of medical device approval, and yet too often it tends to be a background task. This webinar explains why making traceability the focal point of your development efforts from the beginning of development and throughout the project lifecycle can help ensure that the collation of evidence becomes second nature rather than a secondary overhead. Join QNX Software Systems and LDRA for this web seminar as we offer insights using examples from our experience with safe systems, not only in the medical devices sector, but also in other fields.

QNX Software Systems

——————————————–

12/02/2013 – Eliminating Errors and Improving Accuracy in Motion Control and Machine Systems
How to improve accuracy throughout motion control and machine systems via the proper selection and use of encoders to achieve precise position feedback and consistent finished part accuracy.

Heidenhain

———————————-

13/02/2013 – Oscilloscope Techniques for Precisely Measuring Small Signals

Why this webcast is important:
Do you need your oscilloscope to view increasingly smaller electronic signals and/or additional signal detail? Interest is growing in viewing small current and voltage signals. Measurement of very small signals and additional signal detail can be challenging due to both noise of the scope, scope settings, and probing. If you need your scope to precisely view signals as small as a few millivolts or milliamps, or need higher dynamic range measurements to see additional signal detail, this webinar is for you. Learn what scope settings enable you to reduce noise and increase vertical resolution. Explore the relationship between bits of resolution and noise for scopes with 8 and 12 bits of resolution. Get up to speed on new probing technologies that enable scopes to see currents as small as 50 uA.

Agilent Electronic Design

——————————————————–

14/02/2013 – Securing Intelligent Systems

From cars to smartphones to the factory floor, security threats are an unavoidable side effect of the connectivity powering the Internet of Things. OEMs and enterprises can no longer afford to have security be a post deployment afterthought. Careful design planning and judicious solution selection are becoming increasingly critical at all stages of the device lifecycle. Please join us for this panel discussion as we explore best practices for secure device development and deployment as well as the steps organizations can take to transform security risk mitigation into a new channel for differentiation and profit.

Intel

Caro Colega,

confira a agenda de cursos da ABNT para o mês de dezembro:

 

TOPO
TO
QF
5410
10151
19011- sig
15515
17025
a
3758
13485
LEED
9050
Eventos
5419
ultimo

Abraço!

 

Henrique

consulte sempre um engenheiro eletrônico

Caro(a)  Colega,

Consulte as Normas Técnicas!  é o terceiro artigo, de quatro no total, da série Projetos de Desenvolvimento – Antes de começar. No final deste artigo, você encontrará os links para os demais artigos dessa série.

Boa Leitura! Abraço,

Henrique

consulte sempre um engenheiro eletrônico

=======================================================

ID-100100048

Introdução

Quando se inicia um novo projeto, é necessário que se tenha muito bem definido o local físico onde o equipamento irá operar ou o tipo de aplicação para a qual esse equipamento será projetado. Dependendo do caso poderá ser obrigatório o atendimento a requisitos definidos em normas técnicas específicas para essa aplicação. Nesse artigo falaremos um pouco sobre esse assunto. É sempre recomendável que, mesmo que não haja essa obrigatoriedade, o projetista tenha um conhecimento de especificações técnicas de caráter mais geral, para que os projetos dos seus equipamentos se tornem mais confiáveis e de melhor qualidade. É o que se conhece por boas práticas de projeto. Uma maneira de se adquirir esse conhecimento é a consulta às diversas normas técnicas que abordam circuitos elétricos, circuitos impressos, etc.

Porque devemos utilizar normas técnicas?

As normas técnicas têm algumas funções importantes. Uma delas é a de estabelecer critérios e especificações técnicas que garantam a segurança das pessoas que estarão em contato com o equipamento, do ambiente ao seu redor e do próprio equipamento em si. Outra função é a de garantir a qualidade e confiabilidade do equipamento.

A exigência de conformidade com normas técnicas, para quem compra equipamentos, é uma garantia de interoperabilidade desses equipamentos.

O motivo mais forte para você observar no seu projeto o atendimento a especificações de normas técnicas obrigatórias, é que se você não o fizer, você pode perder todo o seu projeto e o tempo investido nele. É o caso dos equipamentos que necessitam de certificação. Se esses equipamentos não a tiverem, não poderão ser comercializados em hipótese alguma e dificilmente poderão ser exportados. Na melhor das hipóteses será necessário realizar diversas correções posteriores nele. Numa pior hipótese, se acaso o equipamento depois de instalado causar danos a pessoas ou instalações por conta disso, o prejuízo para todos os envolvidos é enorme.

Exemplos

Suponhamos hipoteticamente que o seu projeto é um equipamento para utilização na área médica. Para essa aplicação, os equipamentos têm que atender obrigatoriamente às normas NBR IEC 60601, que colocam requisitos que garantem a segurança principalmente do paciente. Você pode pesquisar essas normas técnicas no catálogo da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) ou no webstore da IEC (International Electrotechnical Commission):

ABNT_60601

  • webstore da IEC (“clicke” na figura abaixo para abrir a pesquisa completa)

IEC_60601

Um outro exemplo é o caso em que o equipamento será instalado em locais onde há risco de explosão ou incêndio, como por exemplo uma planta petroquímica, ou um posto de combustíveis. Nesse caso, os equipamentos devem atender às normas de segurança para áreas classificadas (Equipamentos que operam em atmosferas explosivas). As normas técnicas específicas para esses casos são as NBR IEC 60079.

Para pesquisar essas normas técnicas:

Onde conseguir essas normas?

As normas técnicas brasileiras estão disponíveis para compra na ABNT. A ABNT também vende diversas normas internacionais. Outras normas poderão ser adquiridas diretamente nas organizações de normas ou através de revendedores.

Para quem é projetista autônomo ou freelancer, comprar normas técnicas acaba sendo um bocado oneroso. A título de referência,  o preço médio de uma norma técnica gira em torno de R$ 1.000,00 e raramente é necessário comprar apenas uma. Deve-se ter o cuidado de incluir esse custo quando for realizado o orçamento do projeto. Num caso de emergência, é possível encontrar drafts de algumas normas na Internet.

Resumindo, é necessário estar sempre atento quanto à necessidade do seu projeto estar em conformidade com determinadas normas técnicas. Esse fato pode impactar em muito no custo e no sucesso do seu projeto.

Projetos de desenvolvimento – Antes de começar

  • O que o Cliente quer? – A arte de extrair do cliente o que ele realmente quer e necessita;
  • Pesquise Patentes! – A vantagem de se pesquisar os sistemas de patentes para adquirir conhecimento nos assuntos específicos e de conhecer as soluções dadas pelos concorrentes;
  • Estude mais um pouco! – Outras fontes para se adquirir o conhecimento necessário e extrair as informações que são necessárias para o desenvolvimento do seu projeto.

Licença Creative Commons
Esta obra, “Consulte as Normas Técnicas!“, de Henrique Frank W. Puhlmann, foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada. É a terceira parte de uma sequência de quatro obras da série Projetos de Desenvolvimento – Antes de começar.